segunda-feira, 10 de agosto de 2009

TODO MUNDO VOLTOU!

Como é bonito ver as torcidas dos grandes clubes de São Paulo se identificarem e sem notar cantar parecido. Se entre elas essa harmonia existisse daria mais gosto ir a um estádio.

O exemplo disso foi a galera que voltou, tudo é motivo para Fulano voltou, já virou mania. Tirou férias e apareceu, oooo José Voltou!! Veja como tudo começou.

2008, Corinthians vence a Série B e volta à elite do futebol brasileiro.
ÔÔÔ - O CORINGÃO VOLTOU!

2009, Ronaldo praticamente esquecido para o futebol, volta a jogar por um clube, volta a ser artilheiro, volta a ser campeão, e ai...
ÔÔÔ O FENOMÊNO VOLTOU!

2009, Corinthians vence o São Paulo por 3 a 1 e cria um tabu para vencer um antigo tabu. Depois de quatro anos sem vencer o clube do Morumbi, a equipe alvinegra acumula uma sequência de seis jogos sem perder para o São Paulo, e ai:
ÔÔÔ - O freguês voltou!

2009, o que não se esperava era a contra resposta que não veio ainda do Morumbi, e sim do arquirrival Palestra. Com um show de Obina, que também merece um grito de que voltou, a torcida não perdoou os 3 a 0.
ÔÔÔ - O freguês voltou!

2009, mas o grito se tornou um combustível para o último dos três grandes. O São Paulo estava na décima sexta posição, um ponto acima da zona de rebaixamento. Conforme o time reagia a torcida já entoava mais um grito.
O Campeão voltou!!

E já há promessas para a volta de Rogério Ceni.
O Capitão voltou.

Aqueles que não foram gritados e voltaram.
Rubinho quase abandonou a carreira, voltou, quase fez Massa abandonar e agora esperamos a volta do brasileiro. Tudo isso quase ressucitou Shumacher que quase voltou.

Sarney e Temer voltaram as presidências do Senado e Câmara, sem ninguém gritar ÔÔÔ.
Collor e Renan também voltaram a cena, também sem gritos.

Um comentário:

Lara Gomes disse...

Todos voltam, gripe voltam, amores voltam, daqui a pouco até o Excelentissimo presidedente retonará

Bem vindo

Aproveite para criticar, sugerir e ver a vida do modo diferente que ela merece.